sexta-feira, 26 de junho de 2009

E o amor se foi


Ele foi sem avisar
Nem recado quis deixar
Quando percebi, me entristeci

Por que tanto me iludi?

Muitas vezes eu tentei
Com ele não encontrar
Mas não consegui e eu não sei
Deixar de nele pensar

Quando ele estava em mim, reclamava

Da grande dor que ele causava
Mas agora ele se foi e eu não minto
Sobre a falta que o amor faz e ainda sinto

Raíssa Stèphanie

Indecisão


Eu já não consigo
Enfim, escolher
Entre dois amigos
Então resolver

Toda essa questão
Entre amar ou perder
Dizer não, dizer sim
Isso vai depender

É uma indecisão
Ir em frente ou ir embora
É o meu coração
Tão confuso agora

Hesitando em fazer
Algum deles sofrer
Não sei mais
O que eu irei fazer

Então penso muito
Pra certo escolher
Fazer um feliz
E o outro sofrer

Dói o meu coração
Ao querer isso fazer
Como acabar
Tudo de uma vez?

É uma indecisão
Ir em frente ou ir embora
É o meu coração
Tão confuso agora

Hesitando em fazer
Algum deles sofrer
Não sei mais
O que eu irei fazer


Letra: Raíssa Stèphanie
Música: Metade de mim (Wanessa)


- - # - -

Fiz essa música pensando na confusão que uma amiga minha estava passando. Dois amigos estavam a fim dela xD

Sem Poder Te Tocar


Passei momentos tão difíceis só por amar
E você... E você sem importar
Triste coração...
Sofreu muito em vão...
Agora falarei...

Eu não vou
Ficar chorando pelo teu amor
Pensar que minha vida acabou
Só porque eu te amo
Eu não vou!

Pensando bem eu vou até me afastar
Para eu não mais me magoar
Mas meu coração insiste em dizer não
Agora o que farei?

Eu não vou
Ficar chorando pelo teu amor
Pensar que minha vida acabou
Só porque eu te amo

Eu quero saber se vai continuar assim
Você tão longe assim de mim
E eu a te amar... E eu a te olhar
Sem poder... Sem poder te tocar


Letra e Música: Raíssa Stèphanie

Pobre Coração


Nos retratos há lembranças, o que eu não quero ver
Pois eu já fiz de tudo para esquecer você
Amor é um sentimento tão persistente
Invade o coração de forma inconsciente

Pobre coração... Vive a chorar...
Pare com isso e faça a vida continuar
Pois já havia decidido nunca mais amar
Mas esse amor vai e volta
Sem ao menos eu pensar

Ao pensar nesse amor
O que me angustia é essa dor
De por impulso ficar calada
Quando se está ao lado da pessoa amada

Esse é o meu coração
Que sofre por uma paixão
Que machucado em uma confusão
Agora concorda com a razão

Raíssa Stèphanie

Sem Confusão

Ai esse amor!
Nasceu há alguns anos
Adormeceu...
Acordou...
Foi descansar...
E tornou a acordar...

Coração ingênuo
Guarda um sentimento tão confuso
Entenda que não daria certo
Mesmo com a sorte por perto

Talvez, esse sofrimento, essa dor
Não seja exatamente amor
Seja só o medo de perder
Alguém como você

Um amigo do amanhã e do agora
Que nos acompanha todas as horas
Nos faz rir à vontade
E sabe manter uma boa amizade

Raíssa Stèphanie



domingo, 21 de junho de 2009

Agora eu vou viver (y)

"Eu quero olhar as luzes que teus olhos não me têm deixado ver. Agora eu vou viver."
"Eu quero que a chuva corra sobre o rio. O rio que por ruas corre em mim. As águas que querem levar tão longe. Tão longe que me façam esquecer de ti."
(Ana Carolina - Uma louca tempestade)

Depois de tudo...
Estou aqui...
Recomeçando...
Fazendo outros planos para viver...

Eu pensei que o problema de tudo o que estava acontecendo era meu.
Hoje descobri que não é. o/
Descobri que o que eu fiz foi a melhor decisão que tomei.
Hoje estou muito feliz.
Estou aliviada.
Pensei que o problema era meu e que eu seria uma das últimas pessoas que mereceria ser amada por alguém.
Mas agora descobri que o problema não é meu.
E que tem muita gente que acha que eu mereço muito ser amada por alguém. (Se acha mais logo hioehoeheio)

Depois de descobrir tantas coisas.
Coisas sinistras, diga-se de passagem. 'Oo
Eu posso dizer que foi a melhor decisão que tomei mesmo.

Agora vou voltar a fazer tudo o que eu havia deixado de lado por causa de um amor que nunca ligou pra mim mesmo...
Sacrifiquei tudo por ele, mas não foi recíproco.
Não me arrependo de tudo o que fiz por este amor... Foi sincero... Então não me arrependo...
Faria tudo de novo se fosse preciso.
Apenas lamento por ter me sacrificado tanto por alguém que nunca mereceu...
Vou voltar ao meu trabalho de cantora e atriz o/
E vou voltar a fazer tudo o que deixei de fazer por causa dele...

Bem, é isso...
Agora eu vou viver o/

;*

*A partir desta postagem, voltarei a colocar as minhas músicas por aqui... Quando eu tiver tempo, claro ^^ Final de bimestre é a treva -.-

segunda-feira, 8 de junho de 2009

"Siento que me dueles todavia aquí adentro"

Desculpem por não estar postando algo novo...
Ultimamente não venho adquirindo forças para isso...
Tempos ruins estão ocorrendo.
O amor está doendo estes tempos...

É tão difícil ter que cortar relações com quem você tanto ama...
Mas... Pois bem, talvez eu estaria pior se eu não tivesse tomado tal decisão. (Ou talvez não!)
Eu não sei o que está acontecendo comigo...

Sinto um aperto no coração estranho.
Sinto uma falta de ar estranha.

Sinto uma vontade enorme de mudar minha vida...
Mas não sinto prazer algum de fazê-lo.

Eu poderia estar pensando qualquer coisa cruel que a pessoa que eu amo possa ter feito contra mim...
Mas a única coisa que me vem à cabeça é ele dizendo: Você é linda!!!

Ah! Como eu o amo...
Amo!! Amoo!! E amo...
Com todas as forças eu amo...

Mas qualquer decisão que eu tomasse me machucaria...
Só não sei se a decisão que eu tomei, amenizou ao menos um pouco essa dor, ou a atenuou...

Tento forçar uma alegria... Totalmente falsa...
Tento forjar um sorriso que não é meu.
Tento arrancar de minha boca uma piada ou um comentário sarcástico... Nada disso é meu...
A única coisa que é minha é este amor...

Tento entrar na brincadeira dos outros...
Enquanto estes brincam com os meus sentimentos...
Enquanto cantam: "Cadê a Raíssa, eu não encontro a Raíssa. Eu não sou sonso. Troquei ela pelo Gaara. Troquei ela por um cosplay. Mas eu não sou gay."
E depois piadinhas e risadas começam e se prolongam.
Eu me forço a entrar neste jogo, mostrando-me ser forte ou fria.
Mas me machuco ainda mais.

É... O amor está doendo aqui dentro.
Estou sem rumo...
Estou sem chão...

Claro que tudo isto vai passar...
Mas eu não tenho ideia de quando isso irá acontecer...
E espero que aconteça logo...


"Voy a pedirte que no vuelvas más
Siento que me dueles todavia aquí
Adentro
Y que a tu edad sepas bién lo que es
Romperle el corazón a alguién así

(...)

La esperanza que me dió tu amor
No me la dió más nadie
Te juro, no miento"