terça-feira, 27 de julho de 2010

5 Meses - I'm only falling apart


De minha tristeza,

Já nem preciso comentar
Todos dela já sabem
E já cansaram do meu lamentar

Perdoem-me se nisto insisto
Mas por enquanto sem ele não existo


Aah ;~~ Não sei como terminar essa coisa. ¬¬


Hoje mais um mês se completa desta sua maldita ausência.
Não sei exatamente o que escrever. Na verdade, nem quero escrever. De certa forma, nunca quis escrever coisa alguma, mas tudo o que já escrevi até agora é um meio que tenho pra liberar essas angústias. Sou praticamente obrigada a liberá-las para que eu possar respirar um pouquinho melhor e assim escrevo. Escrevo e alivio um pouco a dor que tanto me desaba. Esperei e ainda espero. Hoje, dia 27, completa-se 5 meses desta espera. Eu estava tão confiante de que esta espera começasse a ser suprida, mas agora já nem sei mais.

Tampouco me intimida a opinião contrária de muitos. Sei que há muitos melhores para mim. Todavia, a beleza que tantos focam não é de tamanho interesse para mim. É você... Você sim! O centro de meu maior interesse, ainda que possua tantos e tantos defeitos que muitos têm mania de apontar. Porém, se muitos não sabem ou não querem enxergar você tem algo muito bom que seria ótimo que fosse reconhecido. Não pelos outros, isso seria apenas consequência. Seria ótimo que você mesmo reconhecesse esta sua maravilhosa capacidade.

Se estou ou ficarei chateada? Feliz e/ou infelizmente não consigo esta façanha. Não consigo sentir raiva de ninguém, não por muito tempo. Muito menos por você. E o pior ou melhor fato é que não sei dizer se irei realmente chutar o pau da barraca ou se continuarei te esperando entre meus lamentos.

Feliz ou infelizmente amor que é amor não acaba mesmo. Eu que tanto lutei e relutei com este sentimento, no final das contas ele não se foi e continua me machucando. Uma dor desgraçada com o um gostinho de esperança alimentada por uma gostosa, porém venenosa, ilusão.

Ah, Magrão. Você tem tanta razão no que me disse, mas eu custo aceitar tal caminho já que nós dois ainda alimentamos tal sentimento um pelo outro. Por isso insisto, por que não tentar? Se é o medo de me machucar, isso já deveria ter acabado há tempos, posto que já me machuquei bastante de qualquer jeito. Ainda sinto demais sua falta. "De rocha!" =/


Tu não mereces o meu perdão
Mas mesmo assim te concedo
Quando devia estar ao meu lado
Meu bem, você teve medo


Raíssa Stèphanie


"[...]
(Turn around)
Every now and then, I get a little bit tired
Of listening to the sound of my tears
[...]
Every now and then, I fall apart
[...]
Once upon a time, I was falling in love
But now, I'm only falling apart
There's nothing I can do
A total eclipse of the heart
Once upon a time, there was light in my life
But now, there's only love in the dark
Nothing I can say
A total eclipse of the heart"

[Total Eclipse of the heart - Bonnie Tyler]

Um comentário:

  1. Aí amiga, que coisa mais coisada. ;/
    O amor é realmente autista!
    Eu espero que você consiga aos poucos equilibrar os teus sentimentos em relação ao dito cujo que esta te fazendo sofrer, pois na verdade ele não esta há fazer-te sofrer, a verdade é que sofres simplesmente por não conseguir controlar teus sentimentos, o amor nada tem haver com tal coisa, o amor não doí, ele cura, não é mesmo?! O que doí é a nossa insana vontade de sobrepujar o outro ao que consideramos como "Amor".

    Que Deus te ilumine e que a vontade dele se iguale com a tua! ;***~

    ResponderExcluir

Comenta, vai... ._. O dedo não cai, não. xD