quarta-feira, 20 de julho de 2011

Até que se fechem as cortinas



Até que se fechem as cortinas

Continuarei sofrendo
Até que se fechem as cortinas
Por ti estarei me perdendo

Será que eu deveria ficar calada?
Será que eu não mereceria ser amada?

Inconstante teatro da vida
Em que não se pode tentar de novo
Para que se evite abrir mil feridas
Não permite ensaios
Não remete aos meus pedidos de socorro

Só tentei ser forte, tentei arriscar
Em qualquer das minhas cenas
Precisaria me expressar
Para que não caísse em desuso
Para que eu não perdesse nem as importâncias pequenas

Esforcei-me, como de costume,
com meus sentimentos ser sincera
Mas será que uma retomada feliz
nos espetáculos verídicos, é um climáx
que há muito já se desfizera?


Raíssa Stèphanie

3 comentários:

  1. "Fui tosca e me declarei
    Mas tosco ainda foi o toco que levei"? KKK

    ResponderExcluir
  2. Nossa! :B Tenso de mais o comentário da Larinha. ;X

    ResponderExcluir
  3. Não é tenso... É que ela traduz meus posts de um jeito humorado. hioehoe
    Ela me faz rir dessas coisas que me fazem sofrer. xD

    ResponderExcluir

Comenta, vai... ._. O dedo não cai, não. xD