domingo, 17 de julho de 2011

Coração




Coração desgraçado
Nunca está consolado
Enquanto não se encontra atrapalhado

Coração vagabundo
Insiste em mudar seu mundo
E acaba sem lar, moribundo

Coração amargurado
Tenho tanto te apoiado
Mas tudo sempre dá errado

Demorei tanto pra ter coragem
Deixar de ser tão covarde
Mas de nada isso valhe

Mereço tal penitência
Mesmo com a tamanha paciência
Que tive ao agir como quero

Fui tão presa às chantagens
Que agora nem para tal mensagem
Terei chance de receber o que espero


Raíssa Stèphanie

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta, vai... ._. O dedo não cai, não. xD